Como importar roupas dos EUA? 6 Melhores dicas para iniciar já!

Importar roupa dos Estados Unidos é uma boa opção para quem deseja revendê-la e ganhar um dinheiro extra. O motivo é simples: dá para economizar até 70% nas peças, mesmo comprando em lojas oficiais de grifes.

Em outras palavras, é possível comprar mais barato e revender com um preço mais interessante do que lojas tradicionais em centros comerciais no Brasil, com grande chance de lucrar mais.

Quer investir nessa modalidade de negócio, mas não sabe como importar roupa dos Estados Unidos? Sem problemas, explicamos aqui como funciona e damos dicas para realizar o processo de forma segura e econômica.

Importar EUA

Como funciona a importação de roupa dos Estados Unidos?

A forma mais tradicional de importação é pela internet, realizando compras diretamente no site oficial das marcas ou em revendedoras autorizadas.

O benefício desta opção é que não se faz necessário viajar até os Estados Unidos e também não se corre o risco de ser barrado no aeroporto para justificar a compra, que geralmente é volumosa.

Mesmo assim, a compra on-line está sujeita a tributações ao entrar no país. Portanto, o processo não se resume a comprar e receber os produtos no Brasil, há, também, a possibilidade de tributação.

Por isso, ao realizar sua compra considere um extra de 60%, pelo menos, para evitar surpresas desagradáveis caso seja tributado. Além disso, lembre-se que os Correios podem cobrar taxas extras de envio do pacote até o local de entrega.

Conhecer esses detalhes ajuda a programar seus gastos desde o momento da compra on-line, bem como incluí-los no preço de venda das roupas, para não sair no prejuízo.

Esconda seu IP

Já tentou entrar em lojas oficiais de algumas marcas e foi barrado (a página não carregou)? O motivo é simples: o IP do seu computador está visível. Ao identificar que o usuário é do Brasil, o site pode bloquear o acesso à página, já que não faz entregas no país.

Para contornar esse problema e conseguir comprar nesses sites, a melhor medida é esconder seu IP, usando uma extensão para seu navegador, como a Hola. Há, ainda, a possibilidade de acessar o site por uma VPN (Virtual Private Network).

Tenha um cartão de crédito internacional

Agora que já é possível acessar todas as lojas que quiser, o segundo passo é garantir um cartão de crédito internacional para pagar as compras. Se não quiser usar cartão de crédito, há a possibilidade de pagar com saldos em dólar americano em plataformas como o PayPal, mas nem todas as lojas aceitam essa opção.

Outra alternativa ao cartão de crédito é o cartão pré-pago, no qual você insere um determinado crédito e esse valor pode ser utilizado para pagar compras on-line, caso o site ofereça essa opção.

Importar do Paraguai

Adquira um endereço físico nos Estados Unidos

Algumas lojas não enviam o pedido diretamente para o Brasil, mas isso não quer dizer que não dá para comprar nelas. O segredo está em ter um endereço físico nos Estados Unidos.

Funciona da seguinte forma: ao finalizar a compra, é só encaminhá-la ao endereço físico americano. Em seguida, a compra é reencaminhada para seu endereço no Brasil. Há algumas empresas que oferecem essa opção, como a Shipito, que é a mais conhecida.

O serviço ajuda bastante, mas é preciso citar que ele é pago. Portanto, caso opte por utilizá-lo será preciso considerar esse gasto extra. Algumas empresas oferecem planos avulsos ou mensais, que são mais interesses se sua frequência de importação for alta.

Opte por pacotes pequenos

Quanto maior for seu pacote, mais atenção ele chamará na alfândega / Receita Federal. Portanto, se sua intenção for minimizar a possibilidade de sua compra ser taxada, tente reduzi-la a pacotes pequenos. Outra boa dica é fazer pequenas compras, principalmente se o frete for mais acessível ou gratuito.

Escolha o frete corretamente

O frete também é um ponto importante da compra. Quanto mais rápido ele for, maior a chance de a compra ser tributada. Por isso, caso não tenha pressa em receber o pacote, considere optar pelo frete mais demorado e barato.

Importar EUA

Prefira embalagens simples

Embalagens com logos de empresas, principalmente de marcas caras e mais visadas, devem ser deixadas de lado porque a chance de desvio ou de tributação aumenta com elas. Ao finalizar a compra, selecione a embalagem sem logos.


Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply