Como Montar um Mercadinho? 7 Melhores Dicas Para o Seu Negócio!

Nos últimos anos, especialmente com a crise econômica que o país passa, um tipo de negócio específico cresceu: o mercadinho, aquele supermercado de pequeno porte, sempre localizado em bairros e áreas residenciais.

O motivo desse crescimento é simples, o perfil do consumidor mudou. Se antes ele fazia grandes compras, a famosa compra do mês, hoje a preferência é realizar pequenas aquisições para suprir necessidades pontuais.

Justamente por isso não se faz necessário ir a supermercados de grande porte. Os mercadinhos do bairro são capazes de atender essas necessidades sem grandes gastos ou trabalho.

Esse setor de mercadinhos está aquecido e a expectativa é que continue em crescimento. Quer entrar nele e ganhar dinheiro? Então, confira aqui dicas sobre como montar um mercadinho!

Como montar um mercadinho

Escolha bem a localização

Ainda que seja em um bairro residencial, é importante escolher bem a localização do mercadinho. É essencial que esse local tenha fácil acesso aos moradores, esteja numa área com alta demanda, pouca ou nenhuma concorrência. Além disso, procure abrir o negócio em uma rua movimentada e segura.

Não abra mão da documentação

Encontrou o ponto perfeito e decidiu que abrirá seu minimercado nele? Então, o próximo passo a começar a cuidar da documentação, que garantirá a legalidade da empresa e evitará problemas com órgãos governamentais.

Comece contratando um profissional para cuidar da documentação, como um contador. Ele será responsável por obter alvarás e registros, como CNPJ, Junta Comercial, Secretaria Estadual da Fazenda, autorização do corpo de bombeiros, entre outros.

Esse é um ponto importantíssimo e não deve ser deixado de lado, porque se o mercadinho for aberto sem a documentação em dia há uma grande chance de ser autuado com multas ou ter o estabelecimento interditado. Melhor não correr esse risco.

Prepare o imóvel

Enquanto a documentação fica pronta, já dá para começar a preparar o imóvel. Um detalhe importante: para ser considerado um mercadinho, o imóvel deve ter 300 metros quadrados, no máximo.

Se cumprir esse pré-requisito, inicie a preparação do ponto. Verifique se instalações estão em perfeitas condições e garanta que o local é bem iluminado e ventilado, o que passará uma imagem positiva aos clientes.

Como montar um mercadinho

Também preste muita atenção ao layout de prateleiras. É fundamental que o cliente consiga transitar com facilidade pelos corredores e que as estruturas de exposição dos produtos sejam seguras.

No que se refere à divisão do mercadinho, instale os caixas na linha de frente da loja, próximos à entrada / saída. A exposição dos produtos deve ocupar quase que o espaço todo. Estoque, partes administrativas e operacionais devem ficar na retaguarda do estabelecimento.

Garanta os recursos necessários

É importante garantir recursos humanos (funcionários) e físicos (equipamentos). No começo, é comum que o mercadinho seja gerenciado pelo proprietário, mas se sentir necessidade e tiver condições pode ser interessante contratar funcionários para dividir responsabilidades.

Na parte de equipamentos, considere o mobiliário para o minimercado, equipamentos de refrigeração, balanças, cestinhos de compras, carrinhos, impressoras de cupom fiscal, computadores, máquinas de cartão, prateleiras, entre outros.

Invista nas mercadorias

A parte das mercadorias costuma dar trabalho, mas há formas de simplificar essa tarefa. O primeiro passo é definir produtos e marcas que serão trabalhadas. Procure adequar esses dois pontos ao público-alvo do negócio.

Por exemplo, se o mercadinho estiver em uma área em que as pessoas têm poder aquisitivo mais baixo, escolha produtos de marcas que se adequam a essa característica. Caso esteja numa área de alto poder aquisitivo, trabalhe com produtos um pouco mais caros.

É interessante disponibilizar produtos de mercearia, hortifrúti, carnes, laticínios, alimentos secos (arroz e feijão, por exemplo), bebidas, higiene pessoal e limpeza. Compre tais itens em atacados, para economizar.

Tenha controle de mercadorias, custos e vendas

Com o controle de mercadorias é possível evitar falta de estoque. Já com o controle de custos e vendas dá para saber tudo o que entrou e saiu de dinheiro, podendo planejar investimentos ou retiradas de dinheiro sem prejudicar a empresa.

Como montar um mercadinho

Adote o atendimento personalizado

Uma das principais vantagens do mercadinho é que ele permite o atendimento personalizado, que é aquele que identifica e supre eficazmente as necessidades dos clientes.

Ao fazer isso torna-se possível fidelizar clientes, ou seja, eles sempre voltarão ao seu mercadinho. Ademais, esse tipo de atendimento ajuda a criar um bom relacionamento com a comunidade, gerando indicações ao minimercado.


Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply