Conciliação Bancária – Entenda como funciona e Como fazer

A conciliação bancária é uma ferramenta importante para ter certeza que a saúde financeira da empresa está indo bem. Basicamente, é o processo de comparação entre o extrato bancário e as informações do controle financeiro interno.

Esse processo é feito para poder monitorar se o dinheiro esperado realmente caiu em conta. Ou ainda para averiguar a presença de fraudes internas entre outros benefícios. Entenda melhor o que é a conciliação bancária e entenda como funciona:

Empréstimo

O que é Conciliação Bancária

É uma prática ligada às ações de gestão financeira. Através da conciliação bancária pode-se evitar prejuízos e até descobrir fraudes internas.

Essa ação consiste em analisar se o dinheiro que consta no controle financeiro, como pagamentos em cartão de crédito, débito e boletos, realmente consta na conta bancária da empresa. Isso contribui na verificação das informações, obtendo a certeza de que não há ninguém prejudicando a saúde financeira dos negócios.

Como funciona?

Primeiramente, deve-se ter em mente que é necessário acompanhar o fluxo de caixa com bastante frequência. Pode ser diária, semanal ou mensal. Mas é extremamente importante acompanhar cada centavo que entra e para onde vai o dinheiro da empresa.

Em alguns casos acontece de erros serem cometidos, como por exemplo, voltar troco errado para o cliente. Isso faz com que ao final do dia tenha menos dinheiro que o esperado em caixa. Há ainda outros problemas como nos cartões de crédito ou até mesmo lançamento feito errado por funcionários.

Esses problemas podem parecer pequenos, principalmente em uma empresa de grande porte, mas são os erros responsáveis pelo começo do declínio, fazendo com que a empresa passe por maus bocados financeiros. Afinal, espera-se ter mais dinheiro do que realmente se possui.

Uma boa maneira de fazer a conciliação bancária é através de planilhas. Esse instrumento permite anotar quando entra e para onde vai todo o dinheiro. No entanto, por ser feita manualmente, também está passível de lançamentos errados. Para minimizar os riscos, recomenda-se a solução automatizada.

Empréstimo

Como fazer a conciliação bancária

Seja na forma manual ou automatizada, para realizar a conciliação bancária é um processo simples, porém importante. Isso significa que exige concentração e bastante atenção, principalmente ao lançar informações.

Basicamente, o processo é feito da seguinte forma:

  • Lançar as movimentações diariamente;
  • Verificar saldo no extrato bancário;
  • Conferir detalhes dos lançamentos;
  • Corrigir eventuais diferenças nos lançamentos.

São 4 etapas simples e diretas, mas veja como fazer cada uma delas:

1 – Lançar as movimentações diariamente

Para saber sobre a saúde financeira de qualquer empresa, é preciso saber de onde vem e para onde vai cada centavo do dinheiro recebido. Portanto, diariamente são feitos os lançamentos de todas as movimentações financeiras, como:

  • Pagamento de fornecedores;
  • Tarifas bancárias (mesmo as menores);
  • Pagamentos de eventuais empréstimos;
  • Pagamentos de contas (água, luz, aluguel e outras);
  • Folha de pagamento dos funcionários;
  • Impostos;
  • Recebimentos de clientes.

Em resumo, todo o dinheiro que entra e sai deve ser lançado como movimentação. Mesmo que seja um valor pequeno. É importante também que os números sejam reais, nada de arredondar os valores.

2 – Verificar saldo no extrato bancário

Esse passo é claro: verificar se o extrato bancário bate com as informações de toda a movimentação realizada do controle interno. Também contribui para evitar sustos com eventuais despesas inesperadas ou  algo que tenha sido cobrado a mais.

3 – Conferir detalhes dos lançamentos

A comparação das informações é a base da conciliação bancária. Através dela é possível enxergar os erros e descobrir para onde está indo o dinheiro que falta (ou sobra, em alguns casos). Por isso é importante que os lançamentos e o extrato bancário estejam com a data correta e o valor real.

4 – Corrigir eventuais diferenças nos lançamentos

Houve divergências? Corrija. Descubra onde foi a falha e faça as devidas correções. Descobrir onde o problema se encontra logo no início é o caminho para evitar maiores prejuízos.

Recomendações e lembretes

Tomar os devidos cuidados com o dinheiro da empresa é o caminho para o sucesso. Isso ajuda a evitar prejuízos e minimizar os riscos do mercado. Caso tenha dúvidas e não saiba como controlar o dinheiro do seu negócio, converse com pessoas que possam lhe auxiliar.

Lembre-se: ao final de cada mês todas as entradas e saídas devem ser informadas a contabilidade. Portanto é importante guardar cópias de todos os comprovantes de pagamento e recebimento.


Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply