Ter um sócio vale a pena? Prós e Contras

Muitos empreendedores querem abrir o seu próprio negócio e uma das principais dúvidas é se ter um sócio vale a pena, especialmente no quesito “lucratividade”. No entanto, outros fatores devem ser avaliados, como por exemplo, a junção de esforços para tirar a ideia do papel e torná-la realidade.

Existem muitas histórias de sociedades que não acabam bem, por outro lado, há aqueles que conseguem criar empresas bem sucedidas. Não há uma regra específica, mas, se você pensa em ter um sócio, é importante saber quais são os prós e contras.

sociedade

Quais as vantagens e desvantagens de ter um sócio?

Existe o tipo de empreendedor corajoso, aquele que gosta de fazer tudo sozinho, enfrentar os desafios e buscar todo  o conhecimento para não dividir a administração da empresa com nenhum sócio.

Entretanto, tem o outro lado, aquele empreendedor que busca uma sociedade para dividir responsabilidades, conhecimento e uma parceria para os negócios.

No ramo empresarial, existem dois lados, sempre com razões e intenções diferentes. confira as vantagens e desvantagens de ter um sócio:

#Vantagens

Compartilhamento de custos para a abertura da empresa. Muitos empreendedores buscam um sócio, pois não possui recursos para dar esse passo sozinho e não pensam em procurar outras alternativas, como um empréstimo;

Habilidades complementares de cada um dos sócios que podem ser aliados para abrir um negócio. Uma empresa precisa de gestores com conhecimento em diversas áreas do segmento escolhido, se essas habilidades se  complementam, maiores são as chances de sucesso do empreendimento;

Divisão de responsabilidades e de trabalho – Nem todas as pessoas estão prontas para assumir muitas tarefas e riscos, ter uma sociedade é uma forma de compartilhar as ideias, despesas e também de se motivar para a busca de resultados;

#Desvantagens

Compartilhamento de lucros – Os sócios dividem o ônus e o bônus, nada mais justo;

O controle da empresa não é só seu, portanto, é preciso saber aceitar a opinião do sócio, pois todas as decisões devem ser em comum acordo;

Pode haver desentendimentos, infelizmente, muitas amizades acabam quando ambos viram sócios nos negócios;

– A dissolução da sociedade pode trazer muitas dores de cabeça;

É claro que ambas as situações possui prós e contras, por isso, o empreendedor deve avaliar qual é a melhor opção para o seu negócio. Fazer as coisas sozinho é mais trabalhoso, no entanto, se você é daquelas pessoas que não tem muita paciência e tolerância para ouvir a opinião dos outros, é a melhor escolha, pois uma sociedade e comparado a um casamento.

Agora, se você está disposto a crescer e possui mente aberta para aceitar as imposições societárias, certamente ter um sócio vale a pena.

Quais as principais regras de uma sociedade?

Se você decidiu abrir uma sociedade, o primeiro passo é procurar um advogado e um escritório de contabilidade para definir as regras de como essa parceria vai funcionar.

Para que duas cabeças pensem melhor do que uma, é preciso estar em sintonia. Para isso, existem algumas regras importantes em uma sociedade, são elas:

1- Antes de começar as atividades, defina quais as responsabilidades de cada sócio, desse modo, não há brigas depois;

2- Dialoguem bastante, tirem as dúvidas um do outro durante as atividades da empresa;

3- Respeito é fundamental, portanto, é preciso vencer algumas barreiras da comunicação e demonstrar mais empatia na hora de conversar;

4- Deixar as claras todas as informações de suas atividades na empresa, quando trazer ideias novas, é preciso comunicar ao sócio antes de implementá-las, afinal, é uma parceria;

5- Todos os riscos e ameaças para o negócio devem ser tratadas pelos sócios, por isso, reuniões periódicas são necessárias;

6- Humildade é a palavra certa para uma sociedade dar certo. Jamais olhe para o seu ego, mas sim para o negócio. É preciso reconhecer quando está errado e priorizar o que é melhor para a empresa;

Em suma, colocar na balança o que é melhor para o seu empreendimento pode ser uma tarefa difícil. No entanto, com ou sem sócio, a sua empresa precisa de um diferencial para competir no mercado e sair à frente.

Ofereça soluções inovadoras para o público alvo do seu ramo de atividade, essa é visão que o empreendedor sozinho ou com sócio precisa ter para conseguir um lugar ao sol.

Não esqueça que sócios precisam ter sintonia na tomada das melhores decisões para os negócios, além disso, é necessário evitar conflitos que atrapalhem os resultados financeiros.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply